SAIBA QUEM SÃO OS VINTE E DOIS MINISTROS DO GOVERNO BOLSONARO

Publicado em 02/01/2019 às 00h26

CASA CIVIL

Onyx Lorenzoni

Médico veterinário, 64 anos, 4º mandato como deputado federal pelo DEM do Rio Grande do Sul.

SEGURANÇA INSTITUCIONAL

General Augusto Heleno Ribeiro Pereira, 71 anos

Oficial da reserva. É chamado de “conselheiro” pelo presidente eleito.

ECONOMIA

Paulo Guedes, 69 anos

Economista que acompanhou Bolsonaro durante a campanha.

O Ministério da Economia une Fazenda, Planejamento e Indústria e Comércio.

JUSTIÇA E SEGURANÇA PÚBLICA

Sergio Fernando Moro, 46 anps

Juiz federal, responsável pelos processos da Operação Lava Jato.

Ministério da Justiça une Secretaria de Segurança Pública e Conselho de Controle de Atividades Financeiras-Coaf.

CIÊNCIA E TECNOLOGIA

Marcos Pontes, 55 anos

Tenente-coronel, astronauta e próximo ao Bolsonaro, que agrega também a área de ensino superior.

AGRICULTURA

Tereza Cristina

Deputada federal pelo DEM do Mato Grosso do Sul, engenheira agrônoma e empresária do agronegócios, presidente da Frente Parlamentar Agropecuária.

DEFESA

General Fernando Azevedo e Silva

É militar da reserva e atuou como assessor do presidente do Supremo Tribunal Federal, Dias Toffoli. Foi chefe do Estado-Maior do Exército.

RELAÇÕES EXTERIORES

Ernesto Araújo Araújo, 51 anos

Diplomata há 29 anos, Ernesto Fraga Araújo foi diretor do Departamento de Estados Unidos, Canadá e Assuntos Interamericanos do Itamaraty. Nasceu em Porto Alegre e é formado em Letras. Mais recentemente, o diplomata serviou na Alemanha, no Canadá e nos Estados Unidos. Atuou como subchefe de gabinete do então chanceler Mauro Vieira, de 2015 a 2016. Trabalhou nas áreas de integração regional, Mercosul, União Europeia e negociações extra-regionais. É autor de trabalhos sobre o Mercosul e negociações extra-regionais. É casado e tem uma filha de 12 anos.

SAÚDE

Luiz Henrique Mandetta (DEM-MS), de 53 anos, deputado federal 2º mandato, não concorreu a reeleição.

Ortopedista pediátrico, ex-secretário de Saúde de Campo Grande.

 

SECRETARIA GERAL DA PRESIDÊNCIA

Gustavo Bebianno, 54 anos

Advogado, presidente do PSL durante a campanha eleitoral, Bebianno adiantou que a principal atividade de sua pasta será a modernização e a desburocratização do Estado.

AGU – ADVOCACIA GERAL DA UNIÃO

André Luiz de Almeida Mendonça

Advogado da União desde 2000 e com pós-graduação em Governança Global, assumiu em 2016 o cargo de corregedor-geral da AGU.

TRANSPARÊNCIA e CGU

Wagner de Campos Rosário, 42 anos

Auditor Federal, servidor de carreira e ex-capitão do Exército, continua no cargo de ministro da Transparência e Controladoria-Geral da União (CGU), que ocupa desde maio de 2017.

EDUCAÇÃO

Ricardo Velez Rodriguez

Filósofo, autor de mais de 30 obras, atualmente Professor Emérito da Escola de Comando e Estado Maior do Exército.

Velez é Professor de Filosofia, Mestre em Pensamento Brasileiro pela Pontifícia Universidade Católica RJ, Doutor em Pensamento Luso-Brasileiro pela Universidade Gama Filho, Pós-Doutor pelo Centro de Pesquisas Políticas Raymond Aron, Paris, com ampla experiência docente e gestora.

SECRETARIA DE GOVERNO

General de Divisão Carlos Alberto dos Santos Cruz

Cruz ocupou a Secretaria de Segurança Pública durante o governo do presidente Michel Temer (MDB), entre 2017 e 2018.

Nascido na cidade de Rio Grande (RS), em junho de 1952, o general formado na Academia Militar das Agulhas Negras (Resende/ RJ), comandou as tropas da ONU na Missão das Nações Unidas para a Estabilização do Haiti (MINUSTAH) entre 2007 e 2009. Cruz também fez parte do grupo de conselheiros da ONU para a revisão do reembolso aos países contribuintes de tropas em missões de paz.

Quando entrou para a reserva do Exército Brasileiro em dezembro de 2012, assumiu a chefia de assuntos militares da Secretaria de Assuntos Estratégicos(SAE) da Presidência da República. No ano seguinte, voltou para ativa, designado pelo Secretário Geral da ONU, como comandante das tropas na Missão das Nações Unidas para a Estabilização da República Democrática do Congo (Monusco).

INFRAESTRUTURA

Tarcísio Gomes de Freitas

Formado pelo Instituto Militar de Engenharia, Consultor Legislativo da Câmara Federal e ex-diretor do DNIT.

Ministério abrange os setores de transporte aéreo, terrestre e aquaviário. Ele já foi diretor executivo do Departamento Nacional de Infraestrutura Transporte (Dnit).

MEIO AMBIENTE

Ricardo de Aquino Salles

Advogado e administrador, 43 anos, ligado ao Movimento Endireita Brasil e concorreu pelo Partido Novo, sem sucesso na última eleição, a uma vaga de deputado federal por São Paulo.

Salles foi secretário estadual do Meio Ambiente no governo de Geraldo Alckmin e também secretário particular de Alckmin.

Então filiado ao PP, Salles assumiu a secretaria em julho de 2016, após o partido apoiar a candidatura de João Doria (PSDB) à prefeitura de São Paulo.

Deixou o cargo em agosto de 2017.

DESENVOLVIMENTO REGIONAL

Gustavo Henrique Rigodanzo Canuto

Atual secretário-executivo do Ministério da Integração Nacional.

A pasta deve agregar as atuais atribuições dos ministérios da Integração Nacional e das Cidades, além de assumir programas importantes como Minha Casa Minha Vida, de habitação, e ações relacionadas a obras contra a seca e infraestrutura hídrica.

CIDADANIA E AÇÃO SOCIAL

Osmar Terra

Ex-ministro do Desenvolvimento Social no governo Temer, Osmar Terra vai assumir o Ministério da Cidadania, que vai fundir as atribuições dos ministérios do Esporte, da Cultura, além da Secretaria Nacional de Política sobre Drogas (Senad), vinculada atualmente ao Ministério da Justiça. A pasta será responsável por programas como o Bolsa Família.

TURISMO

Marcelo Álvaro Antônio

Está no segundo mandato e foi o deputado mais votado de Minas Gerais pelo PSL nas últimas eleições, com mais de 230 mil votos. Integra a frente parlamentar evangélica no Congresso.

MINAS E ENERGIA

Almirante de Esquadra Bento Costa Lima Leite de Albuquerque Junior

Foi diretor-geral de Desenvolvimento Nuclear e Tecnológico da Marinha.

BANCO CENTRAL

Roberto Campos Neto

Economista, com especialização em finanças, pela Universidade da Califórnia, em Los Angeles, 49 anos, executivo do banco Santander e neto do ex-ministro Roberto Campos.

DIREITOS HUMANOS, FAMÍLIA E DIREITOS DA MULHER

Damares Alves

Advogada e Pastora, foi assessora do senador Magno Malta (PR-ES).

O novo ministério também vai agregar a Fundação Nacional do Índio (Funai).

FONTE: CLICK101

Enviar comentário

voltar para Blog

left show tsN fwB|left fwB tsN fsN|left show fwB c15 tsN|b01 bsd c10||image-wrap|news fwB tsN fwR tsY b01 c05 bsd|normalcase fsN fwR sbss c15|b01 c05 bsd|news login c15 sbss|tsN normalcase fwR c05|b01 normalcase c05 bsd|content-inner||