GANDU – TERNO DE REIS ABRIU O CALENDÁRIO CULTURAL DO MUNICÍPIO

Publicado em 11/01/2019 às 00h22

       O Terno de Reis, que tem sua tradição mantida pela Igreja Católica com o apoio de parceiros, sendo agora Patrimônio Cultural e Imaterial do Município de Gandu, através da lei nº1369/2018 de 02 de Janeiro de 2018 de autoria do vereador Bozó [PHS] e sancionado pelo atual prefeito Leonardo Cardoso [PP], neste ano de 2019, superou todas as expectativas, ao abrir oficialmente, o calendário cultural do município.

     Na última sexta-feira [04], a apresentação da dramatização do nascimento de Jesus Cristo, aconteceu nos Bairros, Bela-Vista e Juvêncio Leal, partindo da Igreja de Santa Luzia, percorrendo a principal Avenida, até a casa do pandeirista Silvério na Rua do Cacau. Já no sábado, a comunidade do Povoado de Palmeira em Wenceslau Guimarães fez bonito recepcionando os “atores”, ganduenses, que retribuíram em uma linda apresentação.

     Mas, a culminação do projeto, aconteceu na sede do município, iniciando com  uma bela apresentação na Igreja Matriz de São José, logo após a missa da Matriz, onde arrancou calorosos aplausos do grande público presente, sob a benção do padre Klayton.  Em seguida, saíram pelas ruas das cidade, levando alegria e a verdadeira cultura popular, aos olhos do ativista e membro do conselho de cultura, Gilvando Luz Assunção.

      Na Praça principal, em frente ao Lago Azul, Cartão Postal de Gandu, um grande número de pessoas aplaudiram a passagem do Terno das Flores, “A Estrela deu o Sinal”, que dali se dirigiu até a residencia da professora e incentivadora, Ana Maria Mello onde foram recepcionados ao lado de um tradicional Presépio de Natal, armado pela anfitriã.

     Na sequencia, o Bairro do Birreiro foi o Palco, onde a esposa e equipe do vereador e participante Bozó, recebeu os convidados com cantos típicos  da época.

     O encerramento aconteceu no estacionamento ao lado Igreja de São José, onde foi armado uma tenda com iluminação e sonorização patrocinado pela prefeitura municipal, através da diretoria de cultura, onde a folia se estendeu até quase a meia noite.

     Parabéns a todas e todos envolvidos nesta cultura popular que consegue unir ideologias e crenças diferentes.

FONTE: BLOGDOBOZÓ

REPUBLICAÇÃO

 

 

 

       O Terno de Reis, que tem sua tradição mantida pela Igreja Católica com o apoio de parceiros, sendo agora Patrimônio Cultural e Imaterial do Município de Gandu, através da lei nº1369/2018 de 02 de Janeiro de 2018 de autoria do vereador Bozó [PHS] e sancionado pelo atual prefeito Leonardo Cardoso [PP], neste ano de 2019, superou todas as expectativas, ao abrir oficialmente, o calendário cultural do município.

     Na última sexta-feira [04], a apresentação da dramatização do nascimento de Jesus Cristo, aconteceu nos Bairros, Bela-Vista e Juvêncio Leal, partindo da Igreja de Santa Luzia, percorrendo a principal Avenida, até a casa do pandeirista Silvério na Rua do Cacau. Já no sábado, a comunidade do Povoado de Palmeira em Wenceslau Guimarães fez bonito recepcionando os “atores”, ganduenses, que retribuíram em uma linda apresentação.

     Mas, a culminação do projeto, aconteceu na sede do município, iniciando com  uma bela apresentação na Igreja Matriz de São José, logo após a missa da Matriz, onde arrancou calorosos aplausos do grande público presente, sob a benção do padre Klayton.  Em seguida, saíram pelas ruas das cidade, levando alegria e a verdadeira cultura popular, aos olhos do ativista e membro do conselho de cultura, Gilvando Luz Assunção.

      Na Praça principal, em frente ao Lago Azul, Cartão Postal de Gandu, um grande número de pessoas aplaudiram a passagem do Terno das Flores, “A Estrela deu o Sinal”, que dali se dirigiu até a residencia da professora e incentivadora, Ana Maria Mello onde foram recepcionados ao lado de um tradicional Presépio de Natal, armado pela anfitriã.

     Na sequencia, o Bairro do Birreiro foi o Palco, onde a esposa e equipe do vereador e participante Bozó, recebeu os convidados com cantos típicos  da época.

     O encerramento aconteceu no estacionamento ao lado Igreja de São José, onde foi armado uma tenda com iluminação e sonorização patrocinado pela prefeitura municipal, através da diretoria de cultura, onde a folia se estendeu até quase a meia noite.

     Parabéns a todas e todos envolvidos nesta cultura popular que consegue unir ideologias e crenças diferentes.

FONTE: BLOGDOBOZÓ

       O Terno de Reis, que tem sua tradição mantida pela Igreja Católica com o apoio de parceiros, sendo agora Patrimônio Cultural e Imaterial do Município de Gandu, através da lei nº1369/2018 de 02 de Janeiro de 2018 de autoria do vereador Bozó [PHS] e sancionado pelo atual prefeito Leonardo Cardoso [PP], neste ano de 2019, superou todas as expectativas, ao abrir oficialmente, o calendário cultural do município.

     Na última sexta-feira [04], a apresentação da dramatização do nascimento de Jesus Cristo, aconteceu nos Bairros, Bela-Vista e Juvêncio Leal, partindo da Igreja de Santa Luzia, percorrendo a principal Avenida, até a casa do pandeirista Silvério na Rua do Cacau. Já no sábado, a comunidade do Povoado de Palmeira em Wenceslau Guimarães fez bonito recepcionando os “atores”, ganduenses, que retribuíram em uma linda apresentação.

     Mas, a culminação do projeto, aconteceu na sede do município, iniciando com  uma bela apresentação na Igreja Matriz de São José, logo após a missa da Matriz, onde arrancou calorosos aplausos do grande público presente, sob a benção do padre Klayton.  Em seguida, saíram pelas ruas das cidade, levando alegria e a verdadeira cultura popular, aos olhos do ativista e membro do conselho de cultura, Gilvando Luz Assunção.

      Na Praça principal, em frente ao Lago Azul, Cartão Postal de Gandu, um grande número de pessoas aplaudiram a passagem do Terno das Flores, “A Estrela deu o Sinal”, que dali se dirigiu até a residencia da professora e incentivadora, Ana Maria Mello onde foram recepcionados ao lado de um tradicional Presépio de Natal, armado pela anfitriã.

     Na sequencia, o Bairro do Birreiro foi o Palco, onde a esposa e equipe do vereador e participante Bozó, recebeu os convidados com cantos típicos  da época.

     O encerramento aconteceu no estacionamento ao lado Igreja de São José, onde foi armado uma tenda com iluminação e sonorização patrocinado pela prefeitura municipal, através da diretoria de cultura, onde a folia se estendeu até quase a meia noite.

     Parabéns a todas e todos envolvidos nesta cultura popular que consegue unir ideologias e crenças diferentes.

FONTE: BLOGDOBOZÓ

       O Terno de Reis, que tem sua tradição mantida pela Igreja Católica com o apoio de parceiros, sendo agora Patrimônio Cultural e Imaterial do Município de Gandu, através da lei nº1369/2018 de 02 de Janeiro de 2018 de autoria do vereador Bozó [PHS] e sancionado pelo atual prefeito Leonardo Cardoso [PP], neste ano de 2019, superou todas as expectativas, ao abrir oficialmente, o calendário cultural do município.

     Na última sexta-feira [04], a apresentação da dramatização do nascimento de Jesus Cristo, aconteceu nos Bairros, Bela-Vista e Juvêncio Leal, partindo da Igreja de Santa Luzia, percorrendo a principal Avenida, até a casa do pandeirista Silvério na Rua do Cacau. Já no sábado, a comunidade do Povoado de Palmeira em Wenceslau Guimarães fez bonito recepcionando os “atores”, ganduenses, que retribuíram em uma linda apresentação.

     Mas, a culminação do projeto, aconteceu na sede do município, iniciando com  uma bela apresentação na Igreja Matriz de São José, logo após a missa da Matriz, onde arrancou calorosos aplausos do grande público presente, sob a benção do padre Klayton.  Em seguida, saíram pelas ruas das cidade, levando alegria e a verdadeira cultura popular, aos olhos do ativista e membro do conselho de cultura, Gilvando Luz Assunção.

      Na Praça principal, em frente ao Lago Azul, Cartão Postal de Gandu, um grande número de pessoas aplaudiram a passagem do Terno das Flores, “A Estrela deu o Sinal”, que dali se dirigiu até a residencia da professora e incentivadora, Ana Maria Mello onde foram recepcionados ao lado de um tradicional Presépio de Natal, armado pela anfitriã.

     Na sequencia, o Bairro do Birreiro foi o Palco, onde a esposa e equipe do vereador e participante Bozó, recebeu os convidados com cantos típicos  da época.

     O encerramento aconteceu no estacionamento ao lado Igreja de São José, onde foi armado uma tenda com iluminação e sonorização patrocinado pela prefeitura municipal, através da diretoria de cultura, onde a folia se estendeu até quase a meia noite.

     Parabéns a todas e todos envolvidos nesta cultura popular que consegue unir ideologias e crenças diferentes.

FONTE: BLOGDOBOZÓ

Enviar comentário

voltar para Blog

left show tsN fwB|left fwB tsN fsN|left show fwB c15 tsN|b01 bsd c10||image-wrap|news fwB tsN fwR tsY b01 c05 bsd|normalcase fsN fwR sbss c15|b01 c05 bsd|news login c15 sbss|tsN normalcase fwR c05|b01 normalcase c05 bsd|content-inner||