Blog

EDITORIAL

Publicado em 07/08/2018 às 00h29

NESTE ANO ELEITORAL HAVERÁ MUITAS SURPRESAS E FATOS SURPREENDENTES

Estamos vivendo o ano de 2018 e, vivenciamos novos tempos. Neste importante ano de decisões, necessário se faz que tenhamos o inabalável ideal: SINCERIDADE, PERSPICÁCIA E ESPÍRITO DE LUTA.
Realizemos todas as coisas empenhando a sinceridade imediata e com exatidão, sem perder o momento propício, não deixando de trasbordar o espírito de luta. A vida é uma sequência de auto-expressões.
Tranquilizar-se ou vangloriar-se por ter atingido uma meta impede o desenvolvimento e o progresso próprios. A percepção infinita se consegue com humildade e sentimento de gratidão.
O caminho para a concretização está na perseverança. Uma ação que foi iniciada deve ser realizada até o fim, sem esmorecimento. Aí está a alegria infinita da concretização dos objetivos.
AXÉ, É ISSO AÍ !! JOEL CAVALCANTI (OSSO DURO DE ROER)EDITOR/REDATOR DO TRADICIONAL JORNAL OPINIÃO REGIONAL E DO INDEPENDENTE WWW.BLOGOSSODURODEROER.COM.BR

Comentários (0)

RESULTADO DA 5ª RODADA DO CAMPEONATO DE BAIRROS DE GANDU 2018

Publicado em 07/08/2018 às 00h28

      A quinta rodada do Campeonato de Bairros de Gandu deste domingo (5) terminou com empate e vitória. No primeiro jogo, o time do Liberdade enfrentou a equipe do Renovação 1, a partida terminou empatada em 0X0. Em seguida, o Matadouro jogou contra o time do 2 de Julho e aplicou uma goleada de 4X2.

      No próximo domingo (12), pelo grupo B, jogam Centro e Bela Vista, às 13h20 e pelo grupo A, Monte Alegre X João Assis se enfrentam às 15h, na sexta rodada da competição. Os ingressos custam R$ 3,00 reais.

ASCOM/Prefeitura de Gandu.

Comentários (0)

DRA. IRISMÁ, DJALMA GALVÃO E LÉO DE NECO ESTÃO COM SEUS CANDIDATOS LANÇADOS PARA ÀS PRÓXIMAS ELEIÇÕES

Publicado em 07/08/2018 às 00h27

     Já estão publicamente definidos os candidatos à Deputados Estadual e Federal de Dra. IRISMÁ, DJALMA GALVÃO E LÉO DE NECO.

     No momento soberano do voto, ficará evidenciado quem realmente tem respaldo popular e representa a real liderança política eleitoral de GANDU na atualidade.

      É inquestionável que o governo de LÉO DE NECO é o mais promissor e realizador dos últimos tempos em GANDU e região. É também inegável que NECO KANGUÇU, continua sendo a maior liderança popular de GANDU; hoje com mais poder de aglutinação e ETC...

     Dra. IRISMÁ e DJALMA GALVÃO, apesar de gravitarem no mesmo Universo eleitoral, é indiscutível que ambos têm uma boa representatividade eleitoral.

     As próximas eleições de outubro em GANDU, serão bastante movimentadas e servirão de balisa para às eleições municipais de 2020. Necessário se faz que, todos os envolvidos neste processo político eleitoral, se comportem democraticamente e, o respeito ao contraditório seja regiamente obedecido e, o clima político eleitoral transcorra dentro da mais pura e digna civilidade.

      É só aguardar que tudo naturalmente se esclarecerá!!!!!

      Aí é oportuno ressaltarmos: QUALQUER RESULTADO É UM PONTO DE PARTIDA. O PRESENTE NÃO É O PONTO FINAL DO PASSADO E SIM O PONTO DE PARTIDADA PARA O FUTURO. O PASSADO É UMA PRECIOSA EXPERIÊNCIA PARA O SALTO ÀS PRÓXIMAS REALIZAÇÕES. COMECEMOS A PARTIR DE AGORA!!! AXÉ, É ISSO AÍ !! JOEL CAVALCANTI ( OSSO DURO DE ROER) EDITOR/REDATOR DO TRADICIONAL JORNAL OPINIÃO REGIONAL E DO INDEPENDENTE WWW.BLOGOSSODURODEROER.COM.BR

Comentários (0)

ABERTURA DA SOLENIDADE DA SESSÃO DA CÂMARA DE VEREADORES SEGUNDO SEMESTRE

Publicado em 07/08/2018 às 00h26

      A câmara de vereadores na cidade de Wenceslau Guimarães no dia 2 de Agosto retomou os seus trabalhos para o segundo semestre de 2018, a expectativa era grande pois os trabalhos tem que continuar e os vereadores ao pronunciarem pediram que o prefeito Kaká que era um dos convidados, para manter esta linha de União no que se diz respeito à atender as suas petições para o bem da comunidade de Wenceslau Guimarães, para que o legislativo e o Executivo ande de mãos dadas para o progresso da cidade.

     O padre Gilvan da Paróquia Nossa Senhora das Graças foi convidado e também usou a palavra colocando para os seus ouvintes, uma palavra de fé e sobretudo de ânimo Para que 2018 termine da mesma forma e com mesmo entusiásmo que começou.
Muitos convidados estiveram presentes a solenidade de abertura de 2º bimestre como por exemplo: Andreia primeira dama e secretária de saúde,o empresário Sidney da SS informática e também do empreendedorismo, Vailson Silva secretário de administração e o vice-prefeito Misael.
 
      Acompanhe nas imagens abaixo, o resumo do que foi a sessão de solenidade da Câmara de Vereadores no dia 2 de Agosto de 2018, as imagens a seguir são feitas pela fotógrafa Lay de Jesus.
 
FONTE: CAMARAWG
Comentários (0)

IRMÃO LÁZARO: ‘MEU CANDIDATO A PRESIDENTE É JAIR BOLSONARO’

Publicado em 07/08/2018 às 00h25

Foto: Matheus Morais/ bahia.ba

    O candidato do PSC ao Senado, Irmão Lázaro, declarou que o deputado federal Jair Bolsonaro (PSL) é seu candidato à Presidência da República.

    “Me perguntaram hoje quem é meu candidato à Presidência da República. Meu candidato é o candidato do povo e que está apresentando propostas que vão ao encontro do coração do povo. E eu acredito que esse candidato é o Jair Bolsonaro […] tem propostas fantásticas para o nosso país”, completou.

     “Ele está dizendo que vai fazer coisas que outros candidatos não têm coragem de dizer. Ele tem se comportado como quem vai cumprir as promessas que tem feito. E isso alegra o povo”, ressaltou em entrevista ao jornal Tribuna da Bahia.

      Lázaro compõe a chapa encabeçada pelo ex-prefeito de Feira de Santana José Ronaldo (DEM) ao governo do estado.

FONTE: BAHIA.BA

Comentários (0)

CONHEÇA OS CANDIDATOS QUE CONCORREM A PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA

Publicado em 07/08/2018 às 00h24

Conheça os candidatos que concorrem a Presidência da República

    Com o fim das convenções partidárias nesse fim de semana, os candidatos a cargos eletivos nas eleições de outubro já foram definidos. O prazo para que os partidos oficializem esses nomes, com chapas completas e coligações no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) se encerra nesta segunda-feira (6). Ao todo, 13 candidatos e seus vices vão disputar a Presidência da República.

    O candidato do MDB, partido do atual presidente Michel Temer (MDB), é o ex-ministro da Fazenda Henrique Meirelles. Em abril, ele pediu sua exoneração da pasta para concorrer ao cargo. No entanto, seu vice, o ex-governador do Rio Grande do Sul, Germano Rigotto (MDB), só foi definido no sábado (4). Isolado pelos demais partidos, o MDB fechou coligação apenas com o PHS.

    O PDT enfrenta uma situação parecida com a candidatura do ex-ministro Ciro Gomes. A sigla tentou formar uma aliança com o PSB, mas, após articulações do PT, acabou fechando coligação apenas com o Avante. Assim, o pedetista terá a senadora Kátia Abreu (PDT-TO) como sua candidata a vice.

    Mas o PT também ficou com pouco apoio. Como o partido insiste na candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), que pode ser indeferida pelo TSE, suas alianças são com o Pros e com o PCdoB, que após oficializar a candidatura de Manuela d'Ávila, na manhã de domingo (5), anulou o ato. A expectativa é que ela assuma o posto de vice na chapa de Lula, substituindo o ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT).

     O PSDB, por outro lado, possui a maior coligação, com o apoio de oito partidos. PP, PTB, PSD, SD, PRB, DEM, PPS e PR formam o chamado "centrão", unidos pela eleição do ex-governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), que mais uma vez tenta assumir o Palácio do Planalto. Como vice, o tucano terá a senadora gaúcha Ana Amélia (PP).

     Fora desse bloco, o Podemos lançou a candidatura de Álvaro Dias. Na última semana, o partido fechou uma coligação com o PSC, que retirou a candidatura de Paulo Rabello para indicá-lo como vice. A coligação conta ainda com o PRP e o PTC.

     Após a negativa da advogada e co-autora do pedido de impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff (PT), Janaína Paschoal, o polêmico Jair Bolsonaro (PSL) acabou escolhendo o general Hamilton Mourão (PRTB) como seu vice. Aliado apenas com o PRTB, o deputado federal aparece como o segundo colocado nas pesquisas de intenções de voto.

     Mais uma vez, a ex-senadora Marina Silva (Rede) disputa a Presidência da República. Para o pleito de 2018, ela tem o médico Eduardo Jorge (PV) como seu vice. O PV também é o único partido com quem a Rede está coligada.

     Já o PSOL se coligou ao PCB com o lançamento de uma chapa pura. A sigla tem o líder do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST), Guilherme Boulos, e a líder indígena Sônia Guajajara como candidatos a presidente e vice, respectivamente.

     Outros candidatos que disputam a Presidência da República sem coligações são José Maria Eymael (DC), com Helvio Costa (DC) de vice; Vera Lúcia (PSTU), com Hertz Dias (PSTU); João Amoêdo (Novo), com Christian Lohbauer (Novo); João Goulart Filho (PPL), com Léo Alves (PPL); e o Cabo Daciolo (Patriota), que tem como vice Suelene Balduino (Patriota).

FONTE: BAHIA NOTÍCIAS

Comentários (0)

O ANTI-PETISMO DE JOSÉ RONALDO CONTRA O PÓS-LULISMO DE RUI COSTA

Publicado em 07/08/2018 às 00h23

O anti-petismo de José Ronaldo contra o pós-lulismo de Rui Costa

     Se do lado do DEM o tom da campanha foi dado pela ilustre desconhecida vice Mônica Bahia e seu discurso "anti-PT", do lado do governo candidato à reeleição predominou a defesa do petismo encarnado na figura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, durante as convenções. Nada, até agora, fora do script pré-determinado para as eleições de 2018.

      José Ronaldo e sua trupe, incluindo aí o prefeito de Salvador, ACM Neto, precisam apostar no desgaste do PT como forma de desidratar Rui Costa. É a forma mais racional de lidar com um governo bem avaliado: investir no imaginário coletivo que associa o PT à corrupção. Isso sob o pretexto de que correligionários não possuem telhado de vidro, tal qual aliados do governador. Tudo, no entanto, não passa de uma cortina de fumaça. 

       Enquando o candidato do DEM tentará criar a ideia de renovação - mesmo sendo representante de uma oligarquia política -, caberá ao PT fingir que não pretende manter a Bahia como uma capitania hereditária governada pelo grupo. Esse será um dos embates políticos dos próximos dois meses.

LULISMO

        O legado de Lula e sua associação com a melhoria de vida do povo pobre brasileiro parece dar o tom das argumentações da campanha de Rui na Bahia. A carta do ex-presidente é simbólica justamente por isso: mantém aceso o vínculo entre o petismo baiano e o líder-mor do grupo. E Rui, que pode até não ser considerado um ás na política, saberá surfar na onda vermelha da forma como melhor lhe convir, como o fez ao longo dos últimos quatro anos.

        Se em alguns momentos o governador "fraquejou" ao defender o petismo, segundo avaliações mais radicais, a campanha de Rui em 2018 será de reafirmação das posições ideológicas da esquerda. Ainda que, em certas situações, o flerte com os "azuis" seja explícito, como na indicação de João Leão e Angelo Coronel para a chapa majoritária.

         Um observador menos apaixonado consegue identificar que o maniqueísmo pregado nas duas campanhas, apesar de parecerem com focos distintos, se completa. Ao que pareceu, a corrida eleitoral de 2018 na Bahia não será entre José Ronaldo e Rui Costa. Ela se desenha como um duelo entre o "anti-PT" e o petismo ligeiramente adaptado às novas realidades.  

          Este texto integra o comentário desta segunda-feira (6) para a RBN Digital, veiculado às 7h e às 12h30, e para as rádios Excelsior, Irecê Líder FM e Clube FM.

FONTE: BN

Comentários (0)

SER 'CANDIDATO DE LULA' TURBINA NOME DE HADDAD, DIZ PESQUISA DE CORRETORA

Publicado em 07/08/2018 às 00h22

Haddad foi anunciado como vice de Lula na chapa do PT para a eleição presidencial

     Nos levantamentos em que o nome de Fernando Haddad (PT) é citado como candidato do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) ao Planalto, o ex-prefeito paulistano ganha cerca de dez pontos percentuais em relação ao cenário em que seu nome não é atrelado ao líder petista. Na noite de domingo (5), Haddad, que é coordenador do programa de governo de Lula, foi anunciado como vice na chapa encabeçada pelo ex-presidente.

      Apesar de ter sido oficializado como candidato do PT no último sábado (4), Lula está inelegível em função da condenação em segunda instância por corrupção e lavagem de dinheiro no processo do tríplex. Em setembro, Haddad deverá assumir a cabeça de chapa caso o PT não consiga reverter a inelegibilidade de Lula junto ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral).

      A transferência de votos de Lula para Haddad foi testada em pesquisas encomendadas pela corretora XP e realizadas, semanalmente, pelo Ipespe (Instituto de Pesquisas Sociais, Políticas e Econômicas). Os levantamentos são destinados a investidores do mercado financeiro.

      No último levantamento, divulgado na sexta-feira (3), o ex-prefeito aparece com 2% das intenções de voto quando seu nome não é ligado a Lula. Ele fica atrás de Jair Bolsonaro (PSL, com 22%), Marina Silva (Rede, 11%), Ciro Gomes (PDT, 10%), Geraldo Alckmin (PSDB, 10%), Alvaro Dias (Podemos, 5%), e empatado com Manuela D'Ávila (PCdoB) e Henrique Meirelles (MDB).

      Ao ser apontado como candidato do ex-presidente, Haddad salta para 13%, e fica atrás apenas de Bolsonaro, que registra 20%. O terceiro lugar é dividido entre Marina e Alckmin, com 9% cada um.

      A pesquisa, registrada no TSE como BR-06820/2018, ouviu 1.000 pessoas por telefone entre os dias 30 de julho e 1º de agosto. A margem de erro é de 3,2 pontos percentuais para mais ou para menos.

      Nas semanas anteriores, o salto de "Haddad apoiado por Lula" nas pesquisas oscilava entre 9 e 11 pontos percentuais. O instituto começou a avaliar a transferência de votos de Lula para Haddad semanalmente a partir do início de junho. Sozinho, Haddad nunca deixou a faixa de 2% de intenções de voto.

       Em suas pesquisas, outros institutos não chegaram a fazer análises com Haddad como candidato de Lula. A pergunta usual era se o eleitor, em um cenário sem o expresidente, apoiaria um candidato indicado por Lula.

        Em vídeo divulgado nesta segunda-feira (6) nas redes sociais de Lula, Haddad disse ter certeza que "o brasileiro vai estar cada vez mais engajado nessa campanha". "Se Deus quiser, a Justiça vai ser feita, e ele vai estar entre nós."

         Lula será registrado candidato em 15 de agosto. Apenas a partir dessa formalização é que o TSE irá analisar a candidatura do ex-presidente.

FONTE: UOL

 

Comentários (0)

POPULAÇÃO DE PAULO AFONSO PEDE GERAÇÃO DE EMPREGO A JOSÉ RONALDO

Publicado em 07/08/2018 às 00h21

População de Paulo Afonso pede geração de emprego a José Ronaldo

     Ouvir o povo, entender a necessidade dos municípios, destinar investimentos para a segurança, educação, saúde e geração de empregos. Essas são as mensagens que o candidato ao governo, pelo Democratas, José Ronaldo, tem levado em suas viagens pelo estado. O ex-prefeito de Feira de Santana, conhecido pela sua simplicidade e de ser “ficha limpa”, esteve em Paulo Afonso neste sábado (04) e reuniu-se com lideranças da região. Na pauta, o grande desejo de mudança e o retorno da Bahia ao caminho do desenvolvimento.

     Acompanhado pelo candidato ao senado, irmão Lázaro (PSC), José Ronaldo falou para centenas de pessoas no Clube Creia e ouviu reclamações com relação ao abandono dos municípios pelo governo do PT. O democrata foi apresentado pelo ex-prefeito Paulo de Deus, que exaltou a carreira política do candidato. “Nós estamos apresentando ao povo de Paulo Afonso o ex-prefeito de Feira de Santana, José Ronaldo, o Zé, como é carinhosamente conhecido. Eu não tenho nenhum motivo para não confiar nele. Zé transformou Feira e tem uma brilhante carreira. Podem confiar, ele vai mudar a Bahia, trabalhando e administrando com vocês. Sei que juntos podemos mudar a vida dos moradores de Paulo Afonso”.

      O morador Silvano Ferreira mostrou entusiasmo ao conhecer o ‘Zé do Sertão’. “Que alegria ter José Ronaldo em nossa cidade. Votei nele para deputado e agora vou votar para governador. Conheço a sua história e confio nele. Zé vai mudar a Bahia”. José Ronaldo fez questão de ouvir as pessoas antes de falar ao público. “Fiz perguntas relacionadas à saúde, segurança pública e educação. As respostas foram de desesperança. Os relatos foram de entristecer. Infelizmente, as pessoas estão em casa e aparece uma propaganda. Nisso o atual governo é bom. Tudo não passa de propaganda. Um exemplo disso é o fechamento do hospital de Ilhéus. Aqui, o povo está sofrendo com a falta de segurança e emprego. Os jovens estão sem oportunidades e as mentiras não param de ser propagadas. O povo de Paulo Afonso precisa ser prioridade”.

       Confirmado para disputar o senado, Irmão Lázaro também fez referências ao candidato ao governo. “Tenho acompanhado a história de José Ronaldo há alguns anos e pude contemplar a sua dedicação ao povo. O político é um servidor e Zé, em toda a sua vida, demonstrou disponibilidade e amor à vida pública, zelando pelo povo. Sinto-me honrado estar na chapa dele. Sei que juntos poderemos trabalhar para colocar a Bahia novamente no caminho do desenvolvimento”.

FONTE: NEWSBA

Comentários (0)

PT PODE MUDAR CANDIDATURA DE LULA POR HADDAD ATÉ 20 DIAS ANTES DA ELEIÇÃO, DIZ ADVOGADO

Publicado em 07/08/2018 às 00h20

PT pode mudar candidatura de Lula por Haddad até 20 dias antes da eleição, diz advogado

     Diante da possibilidade do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) negar o pedido de registro de candidatura a presidente de Lula, o PT apresentou na manhã desta segunda-feira (6) o seu plano B: indicar Fernando Haddad como vice (veja aqui). Dessa forma, com o indeferimento do pedido, no dia 17 de setembro, a coligação partidária deverá indicar como presidenciável o ex-prefeito de São Paulo, com Manuela D’Ávila ao seu lado. O advogado especialista em Direito Eleitoral, Jarbas Magalhães, explica a estratégia do PT para fazer a substituição de Lula por Haddad.

     “Como é publico e notório que Lula tem uma condenação por um órgão colegiado, em segundo grau, ele se enquadra como inelegível pela Lei da Ficha Limpa. O TSE, quando julgar o pedido de registro dele, é quase certo, vai indeferir. Só que isso é no processo judicial. Ele pede o registro no dia 15 de agosto. Com isso, abre prazo para as impugnações, abre prazo para apresentar as contrarrazões das impugnações, e depois o plenário julga o pedido de registro de candidatura. Ao que tudo indica, Lula deve ser barrado. A jurisprudência é mansa e pacifica nesse sentido”, afirma Jarbas Magalhães.

      Jarbas ainda esclarece como são os prazos processuais na Justiça Eleitoral e como o fator tempo será importante neste momento. “O prazo para solicitar o registro na justiça eleitoral é ate o dia 15 de agosto. Ele já poderia fazer isso agora, mas por estratégia, vai deixar para o dia 15. Feito o pedido, a Justiça Eleitoral publica um edital com o nome dos partidos e coligações que indicarem o registro. A partir daí, os partidos têm cinco dias para impugnar o pedido dele. Nisso, ele ganha mais cinco dias. E tem que esperar esse tempo para o processo voltar para o juiz eleitoral. Se houver impugnação, abre prazo para ele se defender. São mais sete dias para contestação de Lula. Com isso, são mais doze dias e o pedido dele ainda não foi julgado. Depois disso, abre prazo para alegações finais, de dois dias, e depois o processo vai para o plenário para ser julgado”, conta Jarbas. No total, são 14 dias que o petista ganha já no curso da campanha eleitoral, que se inicia no dia 16 de agosto.

       A mudança, conforme o especialista diz, só pode ser feita pelo partido até 20 dias antes da eleição, prevista para ocorrer no dia 7 de outubro. Neste caso, a substituição poderá ser feita pela coligação até o dia 17 de setembro. Mas como estratégia para ganhar tempo, as mudanças só devem ocorrer na data limite. “Lula, no caso, precisaria desistir da candidatura dele, e como o PT e PCdoB são da mesma coligação, se reúnem e escolhem o substituto, que muito provavelmente, será Fernando Haddad e Manuela D’ávila. Mas pode ser qualquer outro filiado do partido e da coligação. Se não fizer essa substituição, fazem a campanha até o final da eleição por ‘conta e risco’”, frisa o advogado. “Se ele for para eleição com o registro indeferido, os votos não são computados. Ficam reservados. Votos dados a candidatos indeferidos ficam reservados. Não serão computados como votos válidos”, ressalva Jarbas. O especialista eleitoral, entretanto, sinaliza que Lula pode conseguir uma liminar no Superior Tribunal de Justiça (STJ) ou no Supremo Tribunal Federal (STF) para permitir que ele concorra às eleições. “O que pode acontecer é ele disputar a eleição e conseguir maioria dos votos e tentar reverter esse indeferimento no Supremo. Aí, será um fato politico interessante. Se ele obtiver a maioria dos votos (51% dos votos válidos), esses votos não terão validade e o argumento do PT será: o povo escolheu esse candidato, mas a Justiça barrou. Assim, se questionará novamente a Lei da Ficha Limpa. E já houve diversos questionamentos sobre a inconstitucionalidade da lei, que prevê inelegibilidade por força de decisão de órgão colegiado. Mas isso já foi analisado pelo Supremo, que reafirmou a constitucionalidade da lei. A chance de Lula é ele conseguir uma liminar no STJ/STF ou o Supremo mudar o entendimento sobre a constitucionalidade da Lei da Ficha Limpa, o que é menos provável de acontecer”, avalia.

FONTE: BAHIA NOTÍCIAS

Comentários (0)

left show tsN fwB|left fwB tsN fsN|left show fwB c15 tsN|b01 bsd c10||image-wrap|news fwB tsN fwR tsY b01 c05 bsd|normalcase fsN fwR sbss c15|b01 c05 bsd|news login c15 sbss|tsN normalcase fwR c05|b01 normalcase c05 bsd|content-inner||