Blog

EDITORIAL:

Publicado em 16/11/2018 às 00h29

Com os resultados das eleições 2018, é natural que os segmentos sociais de GANDU, nossa região, a Bahia e o Brasil, sigam em novos rumos, vez que, os direcionamentos são arrazoados através dos resultados das eleições.
É importante e necessário se faz que, as individualidades se conscientizem que o progresso coletivo é obtido através da sensatez e da imprescindível civilidade.
Os resultados eleitorais devem servir de base para o progresso e o indistinto desenvolvimento. Que prevaleça sempre a coerência e a solidariedade pública. 
A Democracia é o Poder que emana do povo e em seu nome deve ser exercido.
Com o sentimento inabalável do exercício da Democracia plena, estaremos sempre vigilantes e, noticiaremos tudo que represente a preservação dos Direitos populares.
SEMPRE HAVERÁ PROGRESSO ONDE EXITIR SÉRIOS OBJETIVOS.
AXÉ, É ISSO AÍ !! JOEL CAVALCANTI ( OSSO DURO DE ROER) EDITOR/REDATOR DO TRADICIONAL JORNAL OPINIÃO REGIONAL E DO INDEPENDENTE WWW.BLOGOSSODURODEROER.COM.BR

NESTA SEXTA-FEIRA PUBLICAMOS A RETROSPECTIVA DA SEMANA. MATÉRIAS MAIS LIDAS E COMENTADAS DA SEMANA.

Comentários (0)

PREFEITO LÉO DE NECO RETOMA SERVIÇOS DE PAVIMENTAÇÃO ASFÁLTICA E CALA IRREFLETIDAS CRÍTICAS

Publicado em 16/11/2018 às 00h28

      O prefeito LÉO DE NECO, retoma os serviços de pavimentação asfáltica de ruas de GANDU e cala às irrefletidas críticas.

      Com seriedade, competência e responsabilidade administrativa, o prefeito LÉO DE NECO continua trabalhando com disposição para o beneficiamento de GANDU.

     Os serviços de pavimentação asfáltica que teve uma breve interrupção em razão de ajustamento técnicos, retornaram à todo vapor, para a alegria dos ganduenses e calaram as críticas de alguns opositores do trabalho e do desenvolvimento, que afirmaram levianamente que esta obra era eleitoreira e só retornaria em 2020 e etc... O prefeito LÉO DE NECO, com muita disposição e responsabilidade administrativa continua trabalhando com comprometimento com o desenvolvimento de GANDU.

      Com civilidade Democrática, o prefeito LÉO DE NECO se pronunciou em vídeo nas redes sociais, em atenção à comunidade ganduense. Vejamos o vídeo:

REPUBLICAÇÃO

Comentários (0)

GRANDE EXPECTATIVA PARA A FORMAÇÃO DA DIREÇÃO DO PODER LEGISLATIVO MUNICIPAL

Publicado em 16/11/2018 às 00h27

    Existe nos setores políticos no âmbito do Legislativo Municipal, uma grande expectativa, no sentido da composição das futuras mesas diretoras do importante Poder Legislativo Municipal.

    Já existe em vários municípios a definição de nomes de vereadores que provavelmente serão Presidentes de determinadas Casas Legislativas, Porém, ainda persiste uma grande dúvida e indefinição em vários municípios da nossa região.

    A grande realidade é que, ninguém está até agora garantido na condição de Presidente do Poder Legislativo, nos mais diversos municípios da nossa região.

    É dito e repetido que os Poderes são independentes e harmónicos entre si. Aí vem a costumeira interrogação: Será que o Poder Executivo Municipal não tem uma grande influência na composição da direção das Casas Legislativas?? A resposta dos experientes e sensatos afirmam com consciência de causa que, é óbvio que o Poder Executivo Municipal tem uma influência decisiva na questão das composições dos Legislativos Municipais. É oportuno ressaltarmos que haverá muitas " novidades" e surpreendentes acontecimentos até às definições finais das futuras mesas diretoras das Egrégias Casas Legislativas dos municípios da nossa região. É só aguardar...quem viver verá!!!

     A política é muitas vezes previsíveis, porém, os fatores surpreendentes são invariavelmente constantes, no exercício das diversificadas ações políticas.

     Calma!! Tudo logo, logo se esclarecerá!!

     AXÉ, É ISSO AÍ !! JOEL CAVALCANTI ( OSSO DURO DE ROER) EDITOR/ REDATOR DO TRADICIONAL JORNAL OPINIÃO REGIONAL E DO INDEPENDENTE WWW.BLOGOSSODURODEROER.COM.BR

REPUBLICAÇÃO

Comentários (0)

PREFEITO KAKÁ SE REÚNE COM A DIRETORIA DO SINDICATO DOS SERVIDORES PÚBLICOS DE WENCESLAU GUIMARÃES

Publicado em 16/11/2018 às 00h26

      O prefeito KAKÁ de WENCESLAU GUIMARÃES, participou de reunião, nesta segunda-feira (12), com a Diretoria do Sindicato dos Servidores Públicos do município de WENCESLAU GUIMARÃES.

      Nesta providencial reunião, foi finalizado a proposta do plano de carreira do Servidor Público Municipal. Mais um objetivo alcançado pela administração do prefeito KAKÁ e o Sindicato dos Servidores Públicos.

     O prefeito KAKÁ vem conduzindo a sua gestão com muito equilíbrio e responsabilidade administrativa.

     Com muita disposição e dinamismo, o prefeito KAKÁ vem realizando relevantes ações de beneficiamento público em WENCESLAU GUIMARÃES.

      É oportuno ressaltarmos mais uma vez que:  SEMPRE QUE EXISTIR COMPETÊNCIA E SÉRIOS OBJETIVOS, HAVERÁ PROGRESSO E DESENVOLVIMENTO.

      AXÉ, É ISSO AÍ !! JOEL CAVALCANTI ( OSSO DURO DE ROER) EDITOR REDATOR DO TRADICIONAL JORNAL OPINIÃO REGIONAL E DO INDEPENDENTE WWW.BLOGOSSODURODEROER.COM.BR

REPUBLICAÇÃO

Comentários (0)

ADMINISTRAÇÃO DO PREFEITO LÁZARO REINAUGURA A ESCOLA JOÃO MILITÃO EM TEOLÃNDIA. ASISSTA O VÍDEO:

Publicado em 16/11/2018 às 00h25

     Com apresentações e homenagens a Prefeitura de Teolândia reinaugura a Escola João Militão de Oliveira.

     Um dos principais compromissos da atual administração é implementar no município um padrão de qualidade na área da educação.

     Agora os alunos da Escola Municipal João Militão de Oliveira poderão desfrutar de um ambiente novo e adequado para os estudos.

ASCOM / Prefeitura de Teolândia

REPUBLICAÇÃO

Comentários (0)

SECRETÁRIO E VEREADOR JOSIVAL ACOMPANHAM OBRAS DE CALÇAMENTO EM ITAMARI

Publicado em 16/11/2018 às 00h24

    Com um investimento estimado em torno de R$ 600 mil reais, a cidade de Itamari tem se transformado em um verdadeiro canteiro de obras, principalmente quando o assunto é pavimentação.

    Com alguns já em fase conclusiva e outros em andamento, a prefeita estima que até o próximo ano vários outros bairros estarão sendo beneficiados com obras de infraestrutura.

    Os serviços estão sendo acompanhados pelo secretário de planejamento Caló, que recebeu a fiscalizado nesta última quarta, 07, do vereador Josival Freitas.

   “As obras não param, mas nem por isso deixamos de acompanhar. O governo Pallomma está tão ansioso quanto a população, que quer ver os investimentos se tornando realidade, por isso estaremos sempre acompanhando”, disse Caló.

Fonte: Itamari em Revista

REPUBLICAÇÃO

Comentários (0)

ELEIÇÕES OAB BAHIA E GANDU ACONTECERÃO NA PRÓXIMA QUARTA DIA 21

Publicado em 16/11/2018 às 00h23

Resultado de imagem para felipe carneiro gandu

       Acontecerá no próximo dia 21/11/2018 (quarta-feira) as eleições para escolha dos representantes da OAB/BA- Conselho Seccional e da OAB/BA- Subseção, triênio 2019/2021. Pleiteando a gestão da Seccional duas chapas se lançaram na disputa: Avança OAB, nº 86, tendo como candidato o advogado Fabrício Castro e a Renova OAB, nº 30, tendo como candidato o advogado Gamil Föppel. Já em Gandu, o pleito será mais tranquilo, disputado por chapa única denominada MUITO MAIS OAB, nº 2018, composta por:
      Filipe Monteiro Carneiro Costa- PresidenteØPlínio José Da Silva Sobrinho – Vice-PresidenteØLucas Dos Santos Souza- Diretor TesoureiroØSérgio Leal Vilas Bôas- Secretário geralØEdna Catarina De Oliveira Santa Rosa- Secretário AdjuntoØ
      As eleições têm início às 09:00h e seguem até às 17:00h. Podem votar todos os advogados adimplentes com as anuidades da instituição, devendo apresentar, no ato de votação, a correspondente Carteira da OAB. Os votos serão computados em urna eletrônica e o local da votação será na Sala da OAB, situada no Fórum Des. Pedro Ribeiro. Ressalta-se que o voto é obrigatório para os advogados adimplentes. Em razão das Eleições da OAB/BA as audiências designadas para o dia 21 de novembro foram suspensas, conforme DECRETO JUDICIÁRIO Nº 700, DE 19 DE OUTUBRO DE 2018.

Ascom/OAB

FONTE: BLOGDOBOZÓ

Comentários (0)

PP LARGA CANDIDATURA DE NELSON LEAL E DEIXA OS ESPERNEIOS PARA RUI ACALMAR

Publicado em 16/11/2018 às 00h22

Foto: assessoria/Alba

     Rui Costa volta amanhã da viagem a Ásia e Europa. Assim que desembarcar vai ter que puxar o extintor na direção dos seus aliados na Assembleia, que entraram em disputa aberta pela presidência.

     Antes de Rui viajar, o PP de João Leão o avisou que iria correr atrás da presidência da Alba. Ele pediu que fizessem suas articulações na base aliada. Assim o PP fez, e lançou Nelson Leal.

     Marcelo Nilo (PSB), deputado federal eleito, que quer ver o diabo, mas não quer ver Leal por achar que foi desleal com ele, atacou forte e agitou a cena. O deputado federal Félix Mendonça (PDT), que quer ver o diabo, mas não quer ver Nilo, ontem selou o acordo com Leal, fazendo parceria com o PCdoB, que anteontem também anunciou o apoio.

No Boi Preto

     Diz o PP que em 2016, quando Angelo Coronel se lançou pelo PSD, Luiz Augusto também se lançou, depois abriu mão com o compromisso de que o próximo seria ele.

     Agora, Luiz Augusto perdeu a eleição. O PSD de Otto lançou Adolfo Menezes dizendo que o acordo era com Luiz, não com o PP.

Fala Luiz Augusto:

— O acordo foi selado no Boi Preto comigo e Leão de um lado, Otto e Coronel de outro. Foi com o partido.

     Otto Alencar já não gostou do anuncio do apoio do PCdoB a Leal, achou precipitado, e Everaldo Anunciação, presidente do PT, também. O PP acha que não.

As bancadas

     Entre os 63 novos deputados, o PT tem a maior bancada, com 10, seguido do PSD de Otto Alencar com 9 e do PP de Leão com 6, em vias de ganhar mais dois, Júnior Muniz, hoje PHS e Jurandir Oliveira, hoje PRP.

     Somados os 8 do PP, os 5 do PCdoB e os 3 do PDT, dá 16, exatamente meio caminho para quem precisa chegar a 32 para fazer maioria.

     Só para lembrar, a oposição tem 17. Contando com Hilton Coelho (PSOL), 18.

Aderbal: ‘Foi Leão’

     A unção de Nelson Leal como candidato do PP, já que Jabes Ribeiro, presidente estadual da sigla, diz que a candidatura dele ‘é partidária’, não foi tão mansa e pacífica assim. Aderbal Caldas, bem mais velho no partido, não gostou da forma:

— Não foi a bancada quem escolheu Nelson. Foi Leão. Ele chamou a mim, Nelson e Antonio Henrique para conversar. Sugeri que os três nomes fossem levados a Rui. Ele disse que tinha que ser um.

FONTE: BAHIA.BA

Comentários (0)

MORO: LULA É MENTOR DO ESQUEMA CRIMINOSO DA PETROBRAS. O TRÍPLEX É A PONTA DO ICEBERG

Publicado em 16/11/2018 às 00h21

Crédito:  Caio Guatelli

     O juiz demonstrava descontração. Nem parecia o magistrado sisudo das audiências tensas e, não raro, acaloradas com o ex-presidente Lula e os maiores empreiteiros do País. Chegou a esboçar leves risadas, como a que soltou ao rememorar ações envolvendo escuta de celulares num presídio, “onde os presos falavam tanto que os policiais se confundiam até sobre quem falava o que”. Depois de uma hora e meia com os repórteres da ISTOÉ, brincou: “Vocês já têm histórias para escrever um livro”.

      Em sua primeira entrevista exclusiva para um veículo de comunicação impresso, após ter sido escolhido ministro da Justiça e Segurança Pública pelo presidente eleito Jair Bolsonaro, o juiz Sergio Moro ainda utilizou a antiga sala da 13ª Vara Federal do Paraná, em Curitiba, que ocupa há 15 anos. A partir de agora, deve passar a concedê-las somente no Palácio de Justiça, em Brasília, suntuoso prédio onde está instalado o ministério que comandará a partir de janeiro. Sua mesa na Justiça Federal é o que podemos chamar de bagunça organizada – aquela em que só o dono é capaz de se encontrar no meio dela, mais ninguém. Repleta de papeis em desalinho, um em cima do outro, cercada por estantes amontoadas por livros comprados por ele mesmo.

      Mas, claro, ali no meio daquela aparente anarquia se transpira seriedade. É onde se batalhava a faina diária de um dos magistrados mais competentes do País, responsável pela Lava Jato, a mais profunda operação de combate ao crime organizado desenvolvida no Brasil. Para o novo gabinete, ele ainda não sabe se levará os livros. Uma hipótese é deixá-los mesmo em Curitiba para não sobrecarregar a mudança. O mesmo provavelmente fará com sua esposa Rosângela e os dois filhos adolescentes, só que por outras razões, obviamente. A mulher cuida de um escritório onde é advogada especialista em casos de pessoas com doenças raras. Os filhos adolescentes preferem não trocar de escola. “Irei para casa nos finais de semana”, promete. Quem ele vai levar quase que a tiracolo é Flávia Blanco, sua chefe de gabinete na Justiça Federal, uma espécie de faz-tudo do juiz e a quem ele tem em mais alta conta. Moro tem pressa. Terá pouco mais de um mês para definir também quem levará para Brasília para integrar a nova equipe. Um de seus desejos era reforçar o time com integrantes da Lava Jato, mas enxerga “óbices” difíceis de transpor. “Seria um tolo se não levasse gente da Lava Jato, que já comprovaram competência e dedicação, mas muitos teriam que abandonar suas carreiras para me seguir”.

      Na verdade, a maior angústia de Moro não é deixar para trás livros, amigos e colegas de trabalho, mas as dezenas de processos da Lava Jato ainda não encerrados. Quando desencadeou a operação em 17 de março de 2014, Moro não imaginava chegar tão longe. Mas, quando decretou a prisão do doleiro Alberto Youssef, e com ele encontrou o documento da compra de uma Range Rover Evoque em nome de Paulo Roberto Costa, ex-diretor de Abastecimento da Petrobras, percebeu que o caso poderia atingir proporções muito maiores. Preso, Costa revelou em delação que a Petrobras era usada pelo governo Lula para o pagamento de propinas a políticos tanto do PT, como do PP e PMDB. Era apenas o fio de um extenso novelo que alcançaria o maior esquema de corrupção da história recente do País. A Lava Jato evoluiu de tal maneira que levou o juiz a condenar importantes dirigentes do PT, o mais importante deles o ex-presidente Lula, preso em Curitiba desde o começo do ano por ter recebido vantagens da OAS, entre as quais um tríplex no Guarujá, em troca de polpudos contratos na Petrobras.

     Ao responder à ISTOÉ sobre o inconformismo do ex-presidente em relação à condenação imposta a ele, Moro lembrou que a sentença foi “extensamente fundamentada” e acrescentou: “As provas indicam que Lula é o mentor desse esquema criminoso que vitimou a Petrobras. E não se trata só de um tríplex. Nós falamos de um rombo de R$ 6 bilhões. O tríplex é a ponta do iceberg”. Sobre as acusações de perseguição política, e eventual relação de causa e efeito com a campanha presidencial deste ano, Moro reavivou que a sentença no caso do tríplex foi proferida em meados de 2017. “O que existe é um álibi de Lula, baseado numa fantasia de perseguição política”. Ademais, a decisão de condenar o petista a nove anos e meio de prisão, reforçou juiz, foi mantida pela Corte de apelação (TRF-4), que não apenas endossou as suas fundamentações jurídicas como ampliou a pena para 12 anos e um mês. “A partir daí, a decisão não é mais minha”, disse.

     Os demais processos que Sergio Moro deixará prontos para julgamento, envolvendo o ex-presidente, como o caso do apartamento São Bernardo do Campo e de um terreno para o Instituto Lula, doado como propina pela Odebrecht, estarão sob a batuta da juíza substituta Gabriela Hardt. A sentença deverá ser proferida ainda este ano. A julgar pela audiência de estreia (leia mais às págs 32 e 33), que lhe rendeu o apelido de “juíza linha Hard(t)” pela maneira firme como arguiu e enquadrou o ex-mandatário petista durante depoimento sobre o sítio de Atibaia, tudo indica que Lula deve ser condenado novamente por corrupção e lavagem de dinheiro. “Esses processos já fazem parte do meu passado”, esquiva-se Moro.

     O foco do futuro ministro da Justiça agora é na preparação dos projetos de combate à corrupção e ao crime organizado que serão submetidos ao Congresso já em fevereiro. Entre as mudanças propostas estão as que possibilitam prever em lei o cumprimento da prisão após condenação em segunda instância e a redução da maioridade penal para 16 anos, “mas apenas para crimes de sangue”. Moro pretende endurecer ainda medidas contra os cabeças do tráfico, não permitindo as famigeradas saidinhas durante o cumprimento das penas. Uma de suas ideias é proibir inclusive as tradicionais visitas íntimas a presos. Atendendo a uma promessa de campanha de Jair Bolsonaro, Moro trabalhará para flexibilizar o porte de armas, mas apenas dentro de casa: “Não vamos autorizar que as pessoas saiam armadas nas ruas”. Para quem ainda acha que ele largará a carreira de magistrado para mergulhar na política, Sergio Moro adverte: “Não serei candidato a presidente da República. Não tenho nenhuma pretensão de participar de campanhas eleitorais, nem de subir em palanques”.

FONTE: ISTOÉ

Comentários (0)

HAVERÁ DESERÇÃO EM MASSA DE MÉDICOS DE CUBA

Publicado em 16/11/2018 às 00h20

     Esta médica, ao lado do senador Caiado, eleito governador de Goiás, desertou. O programa já custou R$ 7,1 bilhões ao Brasil.

     Eduardo Bolsonaro, filho de Bolsonaro, saudou a decisão de Cuba: "Não queremos escravos. Nós abolimos a escravatura em 1888". 

     196 médicos do programa "Mais Médicos" voltaram nesta quinta-feira para Havana.

     Ainda não é leva alguma no âmbito do anúncio unilateral de rompimento do acordo fechado com o Brasil.

     Este grupo concluiu seus três anos de contrato.

     Até o Natal, a maior parte dos médicos cubanos começará o retorno.

     Autoridades ligadas às áreas federal, estaduais e municipais de saúde, estimam que 2 mil dos 8 mil médicos cubanos poderão desertar, desobedecendo as ordens da ditadura comunista e permanecendo no País.

     O governo estuda alguma forma rápida de conceder-lhes abrigo, validação dos diplomas, emprego e remuneração.

FONTE: POLÍBIO BRAGA

Comentários (0)

left show tsN fwB|left fwB tsN fsN|left show fwB c15 tsN|b01 bsd c10||image-wrap|news fwB tsN fwR tsY b01 c05 bsd|normalcase fsN fwR sbss c15|b01 c05 bsd|news login c15 sbss|tsN normalcase fwR c05|b01 normalcase c05 bsd|content-inner||